Seguro de vida focado em casais homoafetivos

Seguro de vida focado em casais homoafetivos é aposta de seguradora

 

Reconhecida por oferecer seguros para nichos “esquecidos” pelas demais seguradoras do mercado

American Life aposta em produto para atender casais homoafetivos

No Brasil, os bancos foram um dos setores pioneiros a falar com esse público.

Nos anos 2000, algumas dessas instituições passaram a oferecer a possibilidade de que duas pessoas do mesmo sexo compusessem renda para ter acesso ao crédito imobiliário.

Seguro de vida focado em casais homoafetivos

Outro segmento atento ao potencial de consumo desse público é o de turismo.

De acordo com a associação brasileira de turismo para gays, lésbicas e simpatizantes, os turistas LGBT Movimentam mais de R$ 150 bilhões por ano no país.

O fato é que o potencial financeiro do segmento LGBT é estimado em R$ 418,9 bilhões.

Cerca de 10% do PIB nacional.

De acordo com a Out Leadership, associação internacional de empresas que desenvolve iniciativas para o público gay.

Especializada em desenvolver produtos e serviços específicos para nichos de mercado.

A  American Life, tradicional seguradora brasileira, também está de olho e aposta nesse mercado há anos.

Seguro de vida focado em casais homoafetivos

Pioneira, a seguradora 100% nacional é a única a oferecer ao mercado um seguro especialmente desenvolvido a casais homoafetivos.

Seguindo este segmentos as demais seguradoras já despontam com inumeros produtos para este nicho de mercado.

“O produto oferece cobertura em caso de falecimento do segurado.

Seja por causas naturais ou acidentais e em casos de invalidez por acidente, além de assistência funeral para o casal e sorteios pela Loteria Federal”.

Como todo seguro, o American Life Freedom é uma fundamental ferramenta de planejamento financeiro da família, que tem ao seu dispor uma proteção que todo brasileiro deveria ter

Seguro de vida focado em casais homoafetivos

Gostaria de obter maiores informações, fale conosco.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *